Disfunções Sexuais

Disfunção Eréctil

A disfunção eréctil é definida como a incapacidade persistente de atingir e manter uma erecção suficiente que permita uma relação sexual satisfatória, por outras palavras quando a rigidez da erecção não é suficiente para permitir a penetração ou quando essa rigidez não se mantém até ao final da relação sexual.


Apesar de ser uma situação benigna, a disfunção eréctil pode afectar a saúde física e psicossocial e ter um impacto significativo na qualidade de vida dos homens que sofrem desta condição e do casal. Os estudos demonstram que a disfunção eréctil pode ser uma manifestação precoce de doença vascular periférica ou de doença coronária, pelo que deve ser encarada não só como uma questão de qualidade de vida mas também como um aviso potencial de doença cardiovascular.


Felizmente, hoje existem soluções eficazes para o tratamento da disfunção eréctil.

 

Ejaculação Prematura

A ejaculação prematura é a disfunção sexual masculina mais comum, independentemente da idade. De acordo com as principais sociedades científicas, a definição desta doença é baseada nos seguintes critérios principais:

 


Esta condição tem um impacto negativo sobre o casal, o que pode comprometer o seu relacionamento.

 

Hoje em dia já existem soluções.

Link útil: Eu Controlo